Loading...

sábado, 2 de abril de 2011

Supermercado do Futuro - RFID


EPCglobal

A EPCglobal é uma organização sem fins lucrativos que foi criada para administrar e fomentar o desenvolvimento da tecnologia RFID que teve início com a iniciativa do AutoId Center. Entre as inúmeras aplicações desta tecnologia, a proposta EPCglobal é a padronização da tecnologia para aplicações em gerenciamento da cadeia de suprimentos. Neste sentido ela não padroniza o produto em si, mas a interface entre os diversos componentes que viabilizam a Internet dos Objetos. Assim existem padrões para protocolo de comunicações entre a etiqueta e a leitora, entre a leitora e os computadores, entre computadores na internet.


http://www.youtube.com/watch?v=7nYNde3557M


Pesquisas com RFID no Brasil

Professores e alunos do Centro Universitário FIEO (fonte: www.unifieo.br) estudam aplicações dessa tecnologia. No momento, os principais interessados são os shopping centers e grandes magazines que procuram automatizar e virtualizar suas vendas e, ainda, ter controle sobre seus estoques. Mas como há inúmeras eventuais aplicações, os professores estão estimulando a criatividade dos alunos no encontro de novos caminhos. O interesse pelo RFID é tão grande que, nos ultimos anos, todas as classes de TI teem ficado lotadas. No primeiro dia do ano letivo, os ingressantes são recebidos por um sistema que indica o local de suas salas de aula além de outras informações sobre a escola. Este é um pequeno projeto piloto que causa grande surpresa e entusiasmo entre os calouros. É apenas uma mostra do muito que aprenderão sobre a nova tecnologia. Para tanto foi criado no UNIFIEO o Centro de Pesquisas para novas Aplicações do RFID que faz intercâmbio de informações com outras universidades brasileiras, americanas e europeias que trabalham no desenvolvimento da mesma tecnologia.
No Brasil, há algumas iniciativas de desenvolvimento em empresas do interior de São Paulo (São CarlosCampinas) onde mão-de-obra altamente especializada, vinda das melhores univeridades do Brasil (USP/UFSCar e Unicamp) vem desenvolvendo protótipos de soluções. Poderiamos, por exemplo, empregar o RFID nas maratonas, transportes públicos, controle de acesso, lojas, eventos, pedágios, rastreamento de cargas, logística, entre centenas de outra aplicações.
Outra iniciativa de destaque é o Centro de Excelência em RFID (RFID Coe), em Sorocaba, dentro das instalações do Flextronics Instituto de Tecnologia (FIT). O RFID Coe é resultado de uma parceria entre o FIT e a HP em 2004, e hoje é uma referência internacional no desenvolvimento de aplicações com RFID, utilizando principalmente UHF para solucionar diversos cenários no ambiente de processos de manufatura eletroeletrônica, acompanhamento de ciclo de vida de produtos (DNA de produtos) e o desenvolvimento de prateleiras eletrônicas para vinhos, livros, cartuchos de tinta, próteses e stents cardíacos, entre outros.
Ainda no interior de São Paulo, um novo laboratório de validação de sistemas de RFID está em construção no CPqD (Centro de Pesquisas e Desenvolvimento em Telecomunicações), que se tornará o maior da América Latina neste tipo de serviço. Sua previsão de inauguração é março de 2011.



Fontes : http://pt.wikipedia.org/wiki/RFID

Um comentário:

  1. Caro professor Argemiro,

    Muito bom saber sobre investimentos em pesquisas de RFID no Brasil. Aproveito para lhe informar sobre nosso evento, que tratará da questão da padronização do RFID, entre outras temáticas.

    Talvez você tenha interesse em divulgar o Congresso Brasileiro de RFID, que está na sua segunda edição e traz como tema principal neste ano de 2011, a Internet das coisas. O evento acontecerá em Búzios entre os dias 18 e 21 de outubro e promove uma ação com blogueiros e tuiteiros que inclui inscrição e hospedagem de graça para quem divulgar melhor o evento nas redes sociais. Veja: http://rfidinternetdascoisas.com/blogueiros_tuiteiros/

    ResponderExcluir