Loading...

segunda-feira, 1 de março de 2010

Lista de materiais / Estrutura de produto



Revisão 2009
Bibliografia: Administração da Produção e Operações ,Daniel A. Moreira , Cengage 2009

Lista de materiais

A lista de materiais de um produto final (ou independente) é uma lista estruturada de todos os componentes desse produto (dependentes). Ela mostra a relação hierárquica entre o produto e seus componentes – quanto de cada componente é preciso para se ter uma unidade do produto. Uma forma de visualizar essa relação hierárquica é através da árvore de estrutura do produto. A chamada árvore de é dividida em níveis, numerados de forma crescente quanto maior for a desagregação (divisão dos níveis).
Assim, o nível 0 corresponde ao próprio produto final (independente); o nível 1 aos agrupamentos primários de componentes que, combinados, fornecem diretamente ao produto final; o nível 2 aos agrupamentos secundários de componentes que formam os agrupamentos primários e assim por diante. Para cada um dos componentes ou agrupamentos de componentes, deve aparecer o número (quantidade) utilizado. Essa descrição deve representar quantas unidades são necessárias para formar uma unidade do agrupamento imediato superior. Exemplo: árvore de estrutura para o produto (P) apresentado em sala . 

Conclusão: a lista de materiais nada mais é do que uma árvore de produtos detalhando nível a nível que descreve a relação item-pai e item-filho. Outro nome que se dá à lista de materiais é: Estrutura de Produto.
Estrutura de produto é o nome mais usual e conveniente.

Comentários do Professor:
Esta análise é especifica aos materiais que são utilizados na manufatura dos produtos.
Produtos dependentes x independentes. Exemplos:
·                   Veículo Gol (produto dependente nível 0);
·                   Cambio (independente nível 1);
·                   Pneu (independente nível 1);
·                   Motor (independente nível 1);
o       Peças do motor (independente nível 2);
§       Itens que compões uma peça do motor (independente nível 3);

·         Padronização, codificação de itens independentes e dependentes;
·         Bases para montar uma estrutura de produto.

Padronização:
A excessiva variedade de produtos em uma empresa causa um aumento de custo, tanto devido ao excesso de estoque como a necessidade de controlá-los. É importante que a empresa se preocupe em padronizar e eventualmente reduzir a variedade de itens ao estritamente necessário.
A padronização de materiais busca reduzir a variedade de itens e ao mesmo tempo visa a utilização de materiais que são facilmente encontrados no mercado fornecedor (naturalmente) desde que atenda as exigências de qualidade da empresa.
Para estudos de padrões, deve-se atentar para os organismos nacionais e internacionais de padronização em geral (ISO, QS, ABNT, INMETRO etc.).
A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) é o organismo oficial de normalização no Brasil, representando-o nos organismos internacionais.
Classificação de produtos/ materiais:
A classificação tem a finalidade de separar um conjunto de itens por classes, famílias ou grupos.

Codificação:
Os códigos de identificação dos itens são geralmente conhecidos como número de parte (part number) na empresa, no comércio como código do produto, as vezes como número da peça.

Perguntas:
1.      Qual a importância da padronização para administração de materiais?
A padronização é importante para que não haja grande variedade de itens, facilitando assim sua aquisição junto aos fornecedores.

2.      Qual a importância da classificação de materiais e eventualmente sua codificação por partes para a administração de materiais?
A importância da classificação de materiais tem o objetivo de criar separação de produtos que possuem características comuns, definindo assim classes, famílias ou grupos. Aliado a esta separação, pode-se criar uma método de codificação da peça para que seja facilmente identificada a sua classe, família, aplicação etc.




Nenhum comentário:

Postar um comentário